Ou por quê um treino lento as vezes tem resultados mais positivos que um treino forte.

Nem só de pão vive o homem. A frase, da Bíblia, tem muitas interpretações. Mas neste caso não quero deixar um significado sobrenatural e sim ressaltar que as vezes  fazer um treino regenerativo em um ritmo contínuo e lento pode auxiliar na melhoria do desempenho da corrida.

IMG_5891.JPG
Treino Regenerativo contínuo no feriado de finados.

A rotina de treino, seja ela forte ou de grandes distâncias, pode ser ruim para um atleta. E quando digo atleta falo no sentido abrangente da palavra. Qualquer pessoa que segue um cronograma de treinamento é um atleta. É claro que existem pessoas mais profissionais que vivem do esporte, mas mesmo os corredores amadores, que correm para ter uma vida mais saudável ou perder peso (como eu, por exemplo), precisam de variações em sua rotina de treino para melhorar os resultados.

A rotina acaba gerando conveniência. Se todos os treinos são longos ou intensos, uma porcentagem das pessoas corre o risco de sofrer uma lesão por esforço continuado, além de uma sem número de pessoas buscando um atalho para escapar da intensidade/distância e dando aquela “matadinha”.

O treino regenerativo é necessário. Ele é muito importante, porque é quando os músculos se adaptam aos estímulos que recebem durante a corrida. Se o corredor só treina forte, as adaptações não são absorvidas, o que barra a sua evolução.

Aliando a um cuidado com a alimentação e a boas noites de sono, treinos regenerativos aceleram o processo de recuperação ao enviar mais sangue aos músculos desgastados para injetar nutrientes para recuperação muscular e dispensar resíduos metabólicos. Eles também podem ajudar a dispersar o cansaço mental pós provas e mantêm hábito da rotina de treino, assim você não perde o embalo.

Além do treino regenerativo, a recuperação ativa pode ser feita com outras atividades, como natação, ciclismo ou pilates. Elas dão estímulos diferentes aos músculos ao mesmo tempo que contribuem para o condicionamento físico. Atividades como essas são indicadas para liberar o ácido lático acumulado nos músculos durante o esforço físico.

img_5889
Correndo no feriado de finados. Treino leve, mas com resultado espetacular